19 outubro 2007

Tratado de Lisboa

Novo Tratado será assinado em Lisboa a 13 de Dezembro.

É caso para felicitar a presidência portuguesa da UE. Mas que preço pagará Sócrates, internamente, por este esforço?

11 comentários:

pedro lopes disse...

Pois, a felicidade era bem patente nos rostos dos intervenientes.

Até se comentava que "nunca se vira Sócrates, tão feliz e descontraído", tal era o sorriso rasgado de orelha a orelha.

Todos ganhámos com uma UE forte e coesa, que fale a uma só voz em assuntos que não podem esperar por Cimeiras ou encontros dos chefes de estado, etc..

E, Rui, vais ver que internamente ainda saí "em ombros", com a imagem retocada por este brilharete. Depois, amança em 2008, e qual cordeiro limpa 2009.

Bem haja, o Tratado de Sócr....salvo seja, de Lisboa ;)

Rui Gamboa disse...

Meu caro, mas enquanto o Sócrates estava com o tal sorriso, a malta estava na rua a protestar e isso "conta lá dentro".

Pedro Lopes disse...

Pois, pois, parece que os "comunas" o insultaram com impropérios, tais como, imagine-se, "engenheiro".... :)

Sérgio_Santos disse...

Realmente, o nosso primeiro estava mesmo bem disposto. De tal forma que no fim da noite partilha um "porreiro, pá" com o seu compatriota.

No entanto não podemos esquecer que é um feito memorável para este país à beira mar plantado (e com onze pés nele carvado).
Quem diria que, 21 anos dps, no dia em que se assina o tratado que dá início a uma das mais importantes fases da U.E., o presidente da U.E falasse português, o anfitrião da cimeira falasse português e o tratado ficaria conhecido como o "Tratado de Lisboa". Apesar de todos sacrifícios que estão inerentes a este feito, é sem dúvida uma marca que ficará bem vincada nas nossas memórias por muitos e muitos anos.

Cumps

SB disse...

foi uma imagem engraçada. aqueles engravatados todos de semblante normalmente circunspecto e cinzentão estavam prontos a assentar arraial.

SB disse...

foi uma imagem engraçada. aqueles engravatados todos de semblante normalmente circunspecto e cinzentão estavam prontos a assentar arraial.

Anónimo disse...

Escrevi acerca deste acordo, chamei-lhe "Festa no cemitério"

Anónimo disse...

"engenheiro", do latim "aquele que tem engenho",.....ou será do inglês...técnico

Anónimo disse...

a última vez que a Europa esteve tão unida, foi durante o regime nazi, antes disso, aquando do império napoleónico e antes disso e disso, quando os romanos tinham circo e antes de tudo, quando não eramos mais que um asteróide e é bom regressar às origens.

Anónimo disse...

quando o engenheiro fala do "contentamento de dois homens", está a falar de quê.

Anónimo disse...

e o homem teme o Kosovo, e aperta a mão aos camaradas e saca um porreiro pá e eu não percebo se isto é a europa ou os morangos com açucar e depois fala-se do descontentamento da esquerda e o país esvai-se "só para dar um fix"
e esta merda toda anda demasiado povoada e cada vez percebo melhor os gajos que se enfiam num Bunker