07 novembro 2007

The Fall


Mark E. Smith é um verdadeiro bad boy da música e é os The Fall. É o único membro que se mantem ao longo dos mais de trinta anos de actividade da banda inglesa. Aliás, o line-up dos Fall mudou mais de cinquenta vezes, neste caótico percurso. Caótico é, já agora, um bom adjectivo para caracterizar os Fall, como se pode comprovar na forma de cantar de Mark E. Smith e nas letras. E é devido a essa insanidade que os Fall têm tantos e tão fiéis fãs. Exemplo acabado do movimento pós-punk, os Fall foram um dos grupos preferidos do radialista John Peel, que os levou tantas vezes para o seu estúdio que as Peel Sessions dos Fall contam com seis discos. Um recorde.

1 comentário:

pedro lopes disse...

As "Peel sessions" são míticas. O homem tinha grande tacto para novas e boas descobertas.

Quanto aos The Fall, dizes tudo. Pouco há a acrescentar, a não ser que o nome da banda ainda não fez cair o seu "face man", Mark E. Smith ;)