31 dezembro 2007

Serviço Público; não custa nada

No Telejornal da RTPAçores, passou hoje uma reportagem do correspondente do Corvo (assim era apresentado), Fernando Cardoso, em que, através de entrevista ao autarca da Vila de Santa Cruz das Flores, se deu conta dos projectos e investimentos que a Câmara Municipal pretende implementar, e quais os fundos de que dispõe para os financiar.
Esta entrevista veio na sequência de outra idêntica, efectuada ao autarca das Lajes, a outra Vila da belíssima Ilha das Flores.

Ficamos, por exemplo, a saber, que uma das prioridade para 2008, se prende com a construção de um complexo tipo multiusos, e que muitas das obras que vão surgir, se devem a Fundos Comunitários, que representam quase o dobro do orçamento daquela autarquia para o próximo ano, ou seja, da Europa vêm 6 milhões de euros.

Este tipo de jornalismo parece-me o que mais interessa às populações, pois a pessoa que elegeram para dirigir o destino da sua terra, pode dar a cara e dizer quais as prioridades do seu executivo para o próximo ano, e quais os meios e fundos de que dispõe para pô-los em prática.

Fica registado e é dito em público, depois resta saber se é cumprido e/ou bem geridos os referidos Fundos e orçamentos.

Aqui não pode, sequer, pairar, uma nuvem de desconfiança quanto a uma pseudo pré campanha eleitoral dos senhores autarcas, pois está longe o escrutínio dos seus mandatos.

Em meu entender, isto é serviço público, e é, sem dúvida, um exemplo de jornalismo a repetir. Simples, mas com fundo e fundamento.
N.B.- deixo aqui, para quem os queira, os meus votos de boas entradas no Novo Ano de 2008 e que este seja, pelo menos, o melhor deste recente milénio.

1 comentário:

blueminerva disse...

Amigos Rui Gamboa e Pedro Lopes,
Celebrem a vinda do novo ano de maneira efusiva. Que 2008 seja um ano formidável!!!!
Um arquipélago de abraços