05 dezembro 2008

Gazeta no Parlamento

É certo e sabido que o PSD nacional tem tido uma imprensa difícil nos últimos tempos. Mas também é verdade que o próprio PSD tem dado alguns tiros nos pés, que são obviamente aproveitados pelo PS e pelos órgãos de comunicação social que lhe são favoráveis.

Ora, esta situação com os professores era uma excelente oportunidade para o PSD captar muito eleitorado. Mas não, 30 deputados do PSD ao Parlamento decidiram fazer gazeta hoje, acabando por ser directamente responsáveis pela não aprovação da suspenção da avaliação. Aqui não se discute o método da avaliação, o que se trata aqui é a total incapacidade do PSD nacional para aproveitar oportunidades que lhe são postas nas mãos. Haverá deputados, entre esses 30, que certamente tiveram uma justificação aceitável para faltarem, mas concerteza que a larga maioria deles simplesmente fez aquilo que costuma fazer. São então oportunidades perdidas porque esses deputados não têm qualquer sentido de dever público, não têm capacidade para estarem ao serviço do país, não podem, enfim, representar ninguém nessa instituição que se quer ilustre e distinta que é o Parlamento.

Ao menos que sirva de exemplo!

4 comentários:

Tibério Dinis disse...

Em toda esta novela só gostei do puxão de orelhas de MFL aos deputados.

Haja Saúde

Jordão disse...

Isso é que é sintonia, até na hora de por o post.

Pedro Lopes disse...

Uma vergonha esta debandada de 30 deputados do PSD, que inviabilizou, só por si, a passagem da proposta do CDS-PP que propunha o congelamento do processo de avaliação este ano.

quem suspirou de alívio foi o Governo, em especial Maria de Lurdes Rodrigues, que assim mantém o seu braço de ferro.

Vamos ver se MFL se fica somente pelas palavras, ou se haverá consequências. Paulo Rangel está em maus lençois....e MFL tb!!

Papio cynocephalus disse...

se tivéssemos os círculos uninominais, tenho dúvidas que os caros deputados tivessem faltado..