19 agosto 2009

Violadores com hora marcada

Uma adolescente foi violada. Traumatizada, recorreu ao Hospital para o competente tratamento médico e recolha de provas periciais para apresentação de queixa-crime. Um e outro não puderam ser realizados, por falta de peritos, porque são poucos e porque têm direito ao legítimo gozo de férias. Tal e qual!

O Governo diz que para o ano haverá 32 novos peritos. De que servem, a esta jovem, 32 novos peritos para o ano?

Num país do faz de conta, sempre que há um qualquer problema, o Governo diz que vai resolver, para o ano...
Sempre para o ano!...

Num país onde há falta de médicos, o Governo, cedendo permanentemente à respectiva classe, vai resolver a sua falta, para o ano...
Sempre para o ano!...

Num país onde a Administração Pública deverá articular a gestão de pessoal, de modo a não existirem falhas nos serviços, há falta de peritos porque alguém, à revelia do bom senso e dos ditames legais, permite que os técnicos gozem férias no mês de Agosto, afectando os serviços e prejudicando objectivamente os cidadãos. Os restantes meses servem para quê? O Governo promete resolver, para o ano...
Sempre para o ano!...

E já agora, porque carga de água não há-de qualquer médico proceder à recolha de provas nos serviços de urgência dos Hospitais públicos? Serão tão incompetentes que contaminarão as provas?! À atenção do Governo, para o ano...
Sempre para o ano!....

Esta história faz lembrar a Guerra de 1908 do saudoso Raul Solnado. Na rábula, como havia apenas um avião, cada beligerante utilizava-o alternadamente durante a semana, descansando ao domingo, permitindo um sistema equitativo de tratamento inter-partes.

Na vida real, os cidadãos terão de contar com a boa-vontade dos violadores, os quais, perante estas noticias, numa assombrosa assunção de um mínimo ético, certamente passarão a violar entre as 08 e as 17 horas de segunda a quinta, reservando-se o direito de violar a qualquer hora nos restantes dias.

Assim eles combinem com as vítimas.

15 comentários:

Anónimo disse...

Isto é ver o problema apenas pelo lado dos finalmentes e não nos entretantos. Entretanto caso a adolescente não fosse safada e provocadora não teria sido violada. Profiláxia necessita-se e muito no discurso actual.
Há que agir e não reagir.

Fiat Lux disse...

Este comentário só pode ter sido feito em tom irónico,naturalmente.
Mas corre-se o perigo de alguém pensar que há mesmo quem pense assim.
E só de pensar que pode haver alguém que pense assim até se me embrulha o estômago.
As mulheres são violadas porque são "safadas"!?
Como se diz em S.Miguel :
"Ême, certamente!"

Anónimo disse...

Então a violação dá-se por que motivo, explique lá?

Vê a maioria das mulheres a serem alvo de violação?

Maninha disse...

e a senhora com alzheimer que esteve prestes a ser violada na clínica também é safada e provocadora?

Anónimo disse...

O caso da clínica envolve muito foclore. É a palavra de um contra a de outro. Não estava lá por isso nada posso opinar. Acho piada a tanto estudo, muitos de rir à gargalhada, como o que diz que quem não usa preservativo apresenta mais saúde mental. Mas saúde mental para fazer um estudo sobre as reais causas das violações é que nada.

Anónimo disse...

Deus queira que o nosso querido anónimo tenha filhos do sexo feminino. Depois quero vê-lo falar alto das safadas.

Santa estupidez!!

Fiat Lux disse...

Será que o anónimo (que acha que a adolescente foi violada por ser safada e provocadora)conhece a jovem?
Será que foi ele que a violou?
Será que conhece o violador?
Será que a jovem violada deveria pagar uma indemnização a quem a violou (para seguirmos o exemplo dos polícias agredidos que tiveram de pagar ao tribunal?)
Sera que está tudo doido?
Porque será que ainda acreditamos que as pessoas podem ser pessoas e não piores do que os animais?
Que asco!
E se o anónimo (a) fosse violado(a)?

Anónimo disse...

Limitam-se a dar a volta à questão mas não apontam as causas que levam à violação. Recusam-se a admitir o óbvio. Nem o Avastin provoca tamanha cegueira...

Anónimo disse...

E já que fala no caso dos polícias acho muito bem que os mesmos paguem da algibeira o processo judicial. Não dizem os profissionais da polícia que ganham misérias? Então que tivessem apresentado os respectivos atestados de tamanha pobreza como fizeram os agressores!

Anónimo disse...

Foda-se seu retardado, que você é atrasado todos os dias.
Torço mesmo para que um dia seja violado(a) a sangue frio para que possa minimamente tentar entender o que é ser vítima de tal crime. Ou que seja rapidamente brindado com o exame da prostata sem recurso a qualquer lubrificante.
Quanto às causas, presumo que os violadores comunguem da sua opinião e lá pq a mulher vestiu um decote mais provocante, acham que a podem violar com legitima defesa. De preferência no mês em que o país pára e fora da hora de expediente.

"perdoai-lhes Senhor, eles não sabem o que fazem/dizem"

Anónimo disse...

Impressão minha ou você já foi violado? Com tanto pormenor só pode...

Anónimo disse...

Fui. Violado pela sua ignorância.

Anónimo disse...

Anda a me provocar com comentários safados, estava à espera do quê?

Kik disse...

Que tristeza de argumentação... Os violadores são pessoas DOENTES!

César Augusto disse...

Tanta porcaria e ninguém debate a actuação do Governo?