02 janeiro 2010

Uma situação explosiva

"Falo aos Portugueses quando entendo que o interesse do País o justifica e faço-o sempre com um imperativo: nunca vender ilusões nem esconder a realidade do País...
Ao longo do último ano, o desemprego subiu acentuadamente, atingindo, no terceiro trimestre, 548 mil pessoas. Quase 20% dos jovens estavam desempregados...



É tempo de nos concentrarmos naquilo que é essencial, com destaque para o combate ao desemprego...
Não é tempo de inventarmos desculpas para deixarmos de fazer o que deve ser feito...
"

Isto não se faz! Isto não se diz, ainda por cima, logo no primeiro dia do ano no Reino da Fantasia, quando tudo ia tão bem, justamente agora que o País se preparava para combater a discriminação social dos polígamos!

1 comentário:

geocrusoe disse...

até podia ter sido mais realista que não servia de nada. Portugal vai mal, mas os portugueses têm sempre alguém a quem acusar para que nada mude e tudo continue a piorar.