11 janeiro 2007

SLB 6 -- 3 SCP

Porque recordar é viver, como dizia o outro.

3 comentários:

PP disse...

Caro Amigo Rui, só vejo uma hipótese para essa tua ida ao baú das antiguidades. A paragem prolongada no Campeonato Nacional, aliás, na primeira liga..., digo na superliga,...oohps, na liga bet and win,...mas, afinal é liga bewin!!?!??Com tanto nome nem sei em que liga joga o meu Sporting!!

O teu post devia aludir à tacita do Dubai ou, pelo menos, ao um milhão de dólares ganhos. È uma ajuda para pagar o resgate da familia do Mantorras. Isso se O movimento de Libertação de Cabinda, levar o rapto àvante.

Pois é meu caro, se é para ir ao baú, recordo-te, aqui, que a maior abada entre os nossos clubes, levas-te-a tu, com os magnificos 7 a 1....ou terá sido Benfica -1 SPORTING -7.

Abraço

P.S.- Amigo se precisares de medicamentos para essa doença que te aflige (falta de futebolada), então tenho aqui umas cassates com uma boas jogatanas

Rui Gamboa disse...

Realmente, também acho que o 'problema' é a falta de 1ª divisão (para mim será sempre esse o nome) que me levou a isto.

Só num país onde se pensa tão pequeno, é que se para o campeonato numa altura em que as audiencias podem aumentar. Alunos, professores, muitos funcionários públicos (infelizmente, porque não deviam), alguns privados, ficam muitos dias na altura das festas sem trabalhar, criando uma excelente oportunidade de irem ao futebol com a familia, partindo do principio, claro, que são ricos, porque não é qualquer familia que se pode dar ao luxo de dar 50/75€ por cabeça para ir à bola.

E já que falamos em tolerâncias de ponto, eu também sou da opinião que não devem existir. Antes de mais, o número de feriados no ano todos em Portugal, não lembra a ninguém, mas as pontes, as tolerancias, etc, são demais. Claro que percebo o argumento do funcionário público quye diz que nessa altura é aceitável estar com a família, mas a questão é que no mundo competitivo, de abertura de fronteiras na Europa, com o progressivo desaparecimento das medidas de protecção do Estado aos seus cidadãos, a nossa sociedade tem que perceber que tem que produzir mais, ser mais eficiente, senão não compete com os países mais ricos e ... fica-se como se está agora, ou seja sempre em último ou nos últimos lugares da UE.

Rui Gamboa disse...

Ganhar 1/5 milhões de euros num fim de semana, sem marcar nenhum golo, não é para todos. Sabes que os 'dubaenses' tiveram que subir o dinheiro para o SLB ir? Diga-se o que se disser, mas o nome Benfica deve ser o maior simbolo portugues no mundo.

Quanto aos 7-1, numa lógica de imparcialidade, vou tentar encontrar no youtube. mas será dificil, pois não +e uma coisa importante