31 março 2007

O Canudo de Sócrates

A polémica estalou com a crise na Universidade Independente. Sócrates terá comprado a licenciatura?

Aquilo que é conhecido, é o facto de José Sócrates ser Bacharel em Engenharia Civil, e que terá, em 1996, requerido junto da Independente o reconhecimento desse grau, e a inscrição em cadeiras que lhe possibilitassem aceder ao grau de Licenciado naquele ramo da engenharia.

Dizem os registos da Universidade que terá tido de inscrever-se em, apenas, cinco cadeiras, quatro delas leccionadas por um mesmo professor, e outra, inglês técnico, dada pelo próprio Reitor, à data, Luís Arouca.
As suspeitas agudizam-se, pois consta que o documento daquela instituição de ensino superior, que atesta a Licenciatura de José Sócrates, foi passado num Domingo. Fonte da Independente, diz que este facto se justifica por ser uma instituição privada e, como tal, trabalhar ao Domingo.

O gabinete do primeiro-ministro já apresentou a versão oficial do curriculum de Sócrates, e parece haver mais um enigma, já não costa no referido documento uma pós graduação em higiene e saúde pública, ou algo semelhante, que sempre fez parte das habilitações apresentadas pelo visado.

Parece que ser Dr., mais do que atestar uma formação superior, é uma obstinação, pois ainda é uma questão de afirmação.

5 comentários:

Rui Gamboa disse...

É o que se pode chamar um 'engenheiro das lampadas fundidas'.

Mas isso só diz como em Portugal o título é muito mais importante que as acções, em si. Nos EUA, por exemplo, ninguém se entitula Dr.

Por outro lado, lá está o Luis Arouca metido no barulho. Este tipo não é nada corrupto, a sério. Nem ele nem o filho, com o seu Porche.

PP disse...

...essa do Porche!!?

Rui Gamboa disse...

Não o viste a entrar na UnI no dia a seguir que o pai foi proíbido de entrar lá?

Grande Porsche que o homem tem, o filho!

Sabes o que me faz impressão? São essas cauções milionárias que esses tipos pagam para sair em liberdade. No fundo eles continuam a benefeciar das suas falcatruas, mesmo nas barbas da lei. 250 mil euros? Como pode um reitor de uma universidade ter esse dinheiro assim, de repente?!?!?

professora da 2ª classe disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
PP disse...

Tou mesmo a ver, quiseram fazer como na Moderna. Boa vida, bons carros, piscinas, e festanças, e demais luxúria.

Tal como na Moderna, alguém vai ter de pagar....quer dizer, ir dentro.