31 março 2007

Uma Defesa Brilhante

Foi com alguma perplexidade que ouvi, hoje, nas noticias, o anúncio de que Rodrigo Santiago – brilhante advogado e defensor do ex-Reitor da Universidade Independente no processo que lhe foi instaurado no âmbito de, eventuais, crimes de gestão e outros, ligados às suas funções naquele estabelecimento de ensino superior –, fora nomeado para integrar o novo corpo directivo da Universidade Independente.

Julgo ser óbvio, que a minha perplexidade se deve ao facto do ex-Reitor Luís Arouca, ser arguido num processo crime por irregularidades, directamente ligadas à sua função enquanto Reitor da Independente, e o seu defensor neste processo, ser, agora, nomeado para ocupar um cargo, que lhe dá pleno acesso às instalações da Universidade – acesso este, que foi proibido pelo Tribunal ao seu cliente –, e a toda a documentação que possa interessar ao processo (ou não interessar ao seu cliente que seja descoberta por quem o investiga), dando, assim, ao ex-Reitor, oportunidade de saber o que se passa, e de dar instruções que interessem à sua defesa.

Rodrigo Santiago, já disse à comunicação social que não vê nada de mal no facto de ter aceite este cargo na Universidade Independente, até porque, nas suas palavras, “foi o Dr. Luís Arouca quem se demitiu.”, pois não tinha alternativa, acrescento eu, e porque consegui lugar na direcção da instituição que tutelava, para o seu representante legal.

Este defensor está de corpo e alma no processo, tendo até, quase, ocupado o lugar do seu cliente no “local do crime”, para que a sua defesa possa ser o mais eficaz possível.

Não é uma defesa brilhante?

4 comentários:

Rui Gamboa disse...

É por essas e por outras (como a do Vasco Franco no foguetabrase) que há aquelas votações no Salazar...

PP disse...

Sim, sim. O Vasco Franco, lucrou, e de que maneira, com a reforma.

Pode bem aplicar-se o clichet da Reforma Dourada.

...e tem passado despercebido, certamente em trabalho partidário...até agora.
Mas já tá safo, o camarada Vasco

Rui Gamboa disse...

Esse advogado, o Rodrigo Santiago, jjá esteve metido noutro processo, já não sei qual. Deve ser mesmo muito competente.

Essa manobra deve também outro sentido, por um lado, como dizes, permite-lhe ter acesso à UnI, mas por outro é também uma espécie de pagamento ao Santiago, porque ele não deve sair barato e o Arouca deve estar meio mal de dinheiros, depois dos 250 mil €, da caução.

O pior nisso tudo são os estudantes, andam a pagar propinas altas (de privada) para quê? Um semestre que vai à vida e pior que isso ficam depois 'marcados' no currículo como licenciados da Independente, a universidade que passa certficados a troco de favores. Alegadamente ;)

PP disse...

Rodrigo Santiago é um dotado e reputado advogado da nossa praça. Já representou POrtugal em cargos Juduiciais na UE.

O homem chegou a defender, no inicio do processo casapia, o embaixador Jorge Rita, mas logo cedeu o seu lugar...espertalhão

Não sei onde o Arouca foi buscar os 250 mil euros, mas essa tua hipótese do ordenado do Santiago na INdependente, servir para pagar os seus serviços, é bem vista....mas é mais uma golpada nos cofres da instituição.

A mim, que não sou advogado, parece-me pouco ética esta situação.

Não sei o que diz o Código de ètica e deontologia da profissão, mas se o Doutor SAntiago não vê nada de mal, quem sou eu para questionar a transparência deste "acordo".

Eu não esperava vê-lo numa situação destas, mas, novamente, quem sou eu, que só conheço o senhor à distância, para o tomar por um profissional integro e coberto de escrúpulos!!?

Daqui a 6 meses já ninguém se lembra