29 março 2007

Uma brutalidade...

Ainda aproveitando o Rali de Portugal, aqui fica mais uma memória. Um carro que fica para a história e não fosse o maldito ano de 1986...

4 comentários:

claudio almeida disse...

Grande Maquina, é um cavalo de força.

O Publico é que tem de ter mais juízo, por isso acontece muitas vezes os acidentes.

Rui Gamboa disse...

sem dúvida, mas estes carros, os do grupo B, tinham muita potência e eram muito leves, além que não tinham os desenvolvimentos técnicos para 'domar' tanta força. Daí o meu saudosismo por esses tempos, para mim era condução em estado puro, muito diferente do que é hoje...

Sérgio_Santos disse...

Que saudades do meu 205!
Aquilo é máquina para a vida. Gasolina pra dentro e siga que prá frente é que é caminho :)

PP disse...

Muito bom.

SEm dúvida Rui, é pura condução, domar cerca de 3 centenas de cavalos, com pura concentração e destreza.

A fazer lembrar os Romanos com as sua quadrilhas, pela pericia e pelo perigo.