04 novembro 2007

Não surpreende...

...que um estudo diga que os portugueses são o povo mais desconfiado da Europa Ocidental. Uma das razões talvez seja porque o "povo" é obrigado a apertar o cinto e nunca vê resultados.

Já Mira Amaral entende que "estas estatísticas tornam evidente também o problema do Estado providência que não suporta indefinidamente os abusos de pessoas sem escrúpulos que recebem apoios sociais indevidos através de métodos fraudulentos".

Uma coisa é certa: este é um sentimento que se reflecte na economia.

2 comentários:

pedro lopes disse...

Este post tem muito "sumo", em especial a segunda parte, a dos "apoios sociais, e do estado providÊncia".

Já no que diz respeito à desconfiança, fiquei surpreeendido. Será que este estudo é fiável?

....porra, somos mesmo desconfiados :)

Rui Gamboa disse...

Sim, eu sei que tem. E foi exactamente por causa disso que transcrevi essa parte apenas.

Acho que tendo por base os apoios sociais indevidos e fraudulentos, a desconfiança tem toda a razão de ser. Estou de acordo com o Mira Amaral nesse aspecto. E só estamos a falar em Portugal na generalidade e não nos AÇores, em particular...