17 janeiro 2008

Açores na BTL

Os Açores merecem este ano destaque especial, como convidados, na BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, uma importante montra e mostra da milionária industria do turismo.

Quem mais ganha, no imediato, com este novo fôlego – pós Ilha dos Amores –, para o Destino Açores é, em minha opinião a SATA Internacional / TAP.

Mas – e aqui reside o paradigma –, é justamente a SATA / TAP, e o monopólio (há quem lhe chame code share) partilhado por estas duas empresas de capitais públicos, que é apontado pelos operadores turísticos, como o principal entrave ao desenvolvimento e afirmação deste nosso destino, condicionando, inclusive, investimentos nesta área.

Obviamente que as unidades Hoteleiras e o Turismo rural, as rent-a-car, os restaurantes, as empresas de whale watching e afins, as lojas de artesanato, os táxis, o comércio em geral, etc, também lucram com um maior afluxo de visitantes. Mas as expectativas poderiam ser outras e, não fosse o actual regime de transporte aéreo de e para os Açores, com bom planeamento poderíamos atingir o tão almejado turismo de qualidade e cativar o respectivo público-alvo.

Aquilo que aqui nos prende é, afinal, o que acaba por afastar este e qualquer potencial visitante.

N.B.- todo o proteccionismo e investimento estatal deveria ser canalizado para a SATA Açores, pois o serviço que ela presta, bem como o défice provocado por um natural e justo serviço diário inter Ilhas, torna-a mais vulnerável e, eventualmente, comercialmente inviável. E deixo aqui a minha humilde homenagem aos pilotos que, em dias como o de hoje, com vento forte, continuam voando e unindo os Açoreanos.

Quanto às ligações aéreas para fora da região, que se abram os céus a novas “asas”.

2 comentários:

SB disse...

Para quando uma menifestação à séria? Por esta causa eu percorreria as ruas, gritando e empenhando cartazes. Somos muito pouco reivindicativos ao contrário do continente...

Bia Alegria disse...

Realmente, o actual modelo de transporte aéreo só beneficia a SATA (e também a TAP uma vez que o conluio se estende a ambas). Mas acho que alguém devia dizer isso ao senhor secretário regional da economia (para o caso dele não estar ainda a ver bem os números). É que o Dr. Duarte Ponte tem a lata de dar uma entrevista na última edição do jornal "Terra Nostra" onde diz que as passagens aéreas da SATA são mais baratas que de qualquer companhia "Low Cost"!!!!!
Realmente, comparado com os quase 300 euros que uma pessoa precisa de gastar de cada vez que se desloca a Lisboa (e já não falo de outras paragens) ... as "low cost" iam enriquecer à custa dos açorianos e a SATA ia mesmo à falência!!!
Mas cometer a BARBARIDADE de dizer que a SATA tem preços mais baratos que uma "low cost"... é inédito!! (E com estas afirmações, acho que o PS/Açores já encontrou um possível sucessor de César lol)