11 setembro 2008

Recolha Selectiva de Lixo em Angra

Foi com agrado que vi a notícia (vídeo) que Angra do Heroísmo vai implementar um sistema de recolha selectiva de lixo, semelhante àquele que já se pratica em Nordeste. Seria bom que todos os concelhos dos Açores começassem a pensar nos efeitos positivos que tal medida acarreta, nomeadamente e como é evidente, em termos de Ambiente, mas não só.

Pela parte que me toca, o bom hábito que ganhei enquanto munícipe de Nordeste, jamais desaparecerá. O problema é que agora tenho que me deslocar aos ecopontos mais próximos, o que, devo dizer, em Ponta Delgada não é díficil, pois os ecopontos estão bem espalhados pela cidade.

5 comentários:

Anónimo disse...

É pedir a DR. Berta, que mande compar mais ecopontos, para que todos os municipes fiquem bem servidos.

Rui Gamboa disse...

Caro,

A CMPDL, pelo aquilo que me é dado a ver, faz um bom trabalho na recolha selectiva de lixo. Como disse, não é díficil encontrar ecopontos na cidade. Agora, acho que é do interesse das Câmaras investir num serviço desta natureza, não só porque a generalidade das pessoas não está preparada para carregar o seu lixo uns metros, mas também porque o tratamento e reciclagem dos detritos pode ser um investimento com retorno directo e indirecto.

Papio cynocephalus disse...

queixas, propostas do foro íntimo e receitas para rhitlodeu@gmail.com

Paulo Pereira disse...

Completamento de acordo, a recolha selectiva torna-se imperativa, não só em termos ambientais, mas também porque o lixo tem um valor transacionável.

pedro lopes disse...

...e mais, este tipo de preocupação dos poderes públicos, vai de encontro aquilo que se pede, e bem, às populações; uma separação do lixo e a sua colocação nos eco-pontos.

De que vale o esforço do cidadão, se quem recolhe o lixo depois não lhe dá o devido tratamento e encaminhamento?!

Quanto mais lixo conseguirmos exportar para tratamento e reciclagem, menor será o (lixo) que por cá fica para ser queimado.