01 outubro 2008

'Chico-Espertismo'

O assunto já tinha sido abordado no Candilhes, mas volto a ele. O que se passa na entrada da rotunda de Belém, à hora de ponta, é uma autêntica selvajaria. Todos os que respeitam minimamente os seus semelhantes estão na faixa interior, que sabem ser a única que dá acesso ao que resta da rotunda, os outros, os 'chicos-espertos' passam pela faixa exterior. É um exemplo flagrante de esperteza saloia.

O 'chico-espertismo' é uma doença que está impregnada na nossa sociedade e é uma das principais razões para o crónico atraso português.

O que nos vale, ou melhor, o que esperamos é que até dia 19 de Outubro aquelas quantidades enormes de alcatrão estejam todas no lugar e que o trânsito regresse à 'normalidade'.

20 comentários:

Anónimo disse...

Quem terá sido o xico-esperto que votou na opção "não penso votar" da sondagem aqui da máquina de lavar loiça?
Então não pensa ir colocar o voto na urna mas aqui vota?

priôlo... disse...

Na vossa sondagem o MPT está em 2º lugar.
Oxalá que seja um bom augúrio.

Se não houver um travão na cimentização e asfaltização da Região, isto vai acabar mal.

Todas essas obras e "nós" é para satisfazer determinados lobies e enxugar os impostos dos contribuintes.

Palerma disse...

Ó meu palerma, aquilo tem mesmo 2 faixas, andas a dormir..

Rui Gamboa disse...

as duas faixas convrgem numa só logo depois da saída da bomba de gasolina, caro Palerma.

Jordão disse...

Caro Palerma

Em primeiro lugar permita-me que lhe diga que o nome foi muito bem escolhido, foi a mamã, o papá ou os padrinhos que escolheram? O que é que diz o código? Que devemos circular o mais à direita possível! – percebido?!

Caro Rui
Congratulo-me em saber que é cá dos nossos! Basta de falta de respeito!
O Candilhes agradece a referência!
Cumprimentos!

Palerma disse...

Meus caros palermas,

Não estamos a falar de civismo na estrada, é obvio que as regras determinam que se deve andar o mais á direita, mas quem ultrapassa faz pela esquerda.
As duas faixas continuam antes e após a bomba de gasolina.

Estamos a falar da mesma coisa ? ou não ?

Anónimo disse...

Boa Rui. De facto a falta de civismo na estrada - e não só - é enorme. Ainda hoje de manhã, junto ao famigerado nó do hospital, como venho da zona de São Vicente, e como tenho sempre prioridade, costumo dar passagem a 2,3, 4 carros que vem da 2.ª circular, de modo a agilizar mais o transito naquela zona. Não é que hoje houve uma besta- não tem outro nome- que por eu ter deixado passar 2 carros começou logo a apitar e a fazer bicos com o dedo!!! E era uma mulher!!! Com efeito à gente que são autênticos selvagens mal educados. Esses ainda deviam andar era de carroça ou a pé.

Rui Gamboa disse...

Palerma,

A verdade é que a situação na rotunda de Belém tem mudado quase diariamente e daí talvez se explique a sua confusão.

Mas neste momento o que se passa é o seguinte: se o caro Palerma vier dos Bombeiros, em direcção à rotunda de Belém, acabará por ficar apenas com uma faixa. E se pode haver uma pequena percentagem que não o sabe e que vai incoscientemente na faixa de fora, a larga maioria sabe bem que está a ser incorrecta (no minimo) para os restantes.

A única forma que posso compreender a sua posição é se estiver a confudir com a entrada na rotunda, mas de quem vem da RIbeira Grande. Aí si, há sempre duas faixas e pode-se circular pela de fora, desde que não se esteja a travar alguém que venha mais rápido.

Espero ter sido claríssimo agora.

Anónimo disse...

Há e não à. Aqui fica a correcção.

Rui Gamboa disse...

Já agora, Jordão, penso que na última vez que falámos no assunto, não concluímos a questão da circulação dentro de rotundas.

Não tenho a certeza, mas penso que pode-se entrar numa rotunda pela faixa da direita, mesmo que não se vá sair na saída seguinte. A razão porque acho isso, é que as linhas dentro das rotundas são descontínuas, ou seja pode-se passar para uma faixa interior depois de estar na rotunda.

Agora, uma coisa é o que se deve fazer, outra é a regra. Claro que se deve entrar pela faixa esquerda, mas penso que não é infracção entrar pela da direita.

Outra questão, no entanto, é fazer uma rotuna inteira pela faixa de fora, isso sim parece-me estranho, não sendo, também, proíbido.

Anónimo das 11.21, está a falar de quê? Será que está a querer dizer que deve escrever "ir em direcção 'há' rotunda"?, é isso? Porque se for, lamento dizê-lo, mas perdeu uma oportunidade de estar calado. Mas lá está, isso de dar a cara e assumir as responsabilidades daquilo que se escreve não é para todos...

Anónimo disse...

Caro Rui: eu sou o anónimo das 11:19, que no post postado às 11:21 emendou aquilo que eu tinha escrito no primeiro post e que foi:
"Com efeito à gente que são autênticos selvagens mal educados".Nada de mal entendidos. Já agora o meu nome é Miguel Soares.

Rui Gamboa disse...

Caro Miguel Soares,

Aceite sinceramente as minhas desculpas, mas é que é recorrente receber esse tipo de 'mimos' aqui.

Anónimo disse...

Eu por um motivo ou outro não me quis identificar.Mas para não pensar que se tratava de mais um anónimo, decidi dar o meu nome.Quero já agora felicitá-lo por ser o melhor apresentador/jornalista da RTP/A. Você é um verdadeiro "anchor man".
Parabens e mantenha sempre esse nível . - Miguel Soares.

Anónimo disse...

mais um mimo...

"Com efeito à gente que são autênticos selvagens mal educados".

primeiro, a questão do "H", mas mais importante:

- Há gente que É selvagem e mal educada.

Gente que são... não dá com nada!~

Já agora, o Golf MK6 apresentado no último post, está desactualizado. Infelizmente, vai ser bem menos agrassivo, mesmo na versão GTI. É pena!

cumprimentos,

Rui Raposo

Jordão disse...

Caro Rui a propósito das Rotundas encontrei isso aqui:

http://www.automotor.xl.pt/0605/100.shtm

"O artigo 14º do CE estabelece, pela primeira vez, uma regra de actuação dos automobilistas nestes locais. Atente-se ao constante da alínea 2ª): "Dentro das localidades, os condutores devem utilizar a via de trânsito mais conveniente ao seu destino, só lhes sendo permitida a mudança para outra depois de tomadas as devidas precauções, a fim de mudar de direcção, ultrapassar, parar ou estacionar". A qual surge associada ao número 3º) do mesmo artigo: "Ao trânsito em rotundas, situadas dentro e fora das localidades, é também aplicável o disposto no número anterior, salvo no que se refere à paragem e estacionamento".

“Como se conclui, temos, de forma inédita, uma alusão própria ao facto de não só não ser obrigatório circular na via mais à direita, como ser, inclusivamente, proibido fazê-lo antes de ser "conveniente" para poder sair no local pretendido - configurando uma infracção que implica uma coima entre 60 e 300 euros.”



Já agora as previsões para o termino das obras? Sabes de alguma coisa? É que parece que está para breve a ligação directa entre a via rápida e a 2ª circular, pelo menos a parte de alcatrão está quase pronta!


Cumprimentos

Papio cynocephalus disse...

Cavalheiro bem parecido, com habitação e viatura próprias, boa posição na vida, e acabado de chegar a Portugal, procura senhora para conviver e sobretudo, para lhe explicar que partido é da Esquerda e que partido é de Direita.

Anónimo disse...

Foi uma mulher a fazer bicos?
Não admira. A mulher açoriana é mesmo porca e badalhoca. Só serve mesmo para levar porrada no focinho. São tudo uma cambada de cadelas.

SB disse...

tenho a dizer que sou dessas 'chicas-espertas'. mas atenção, cumpro com o código. reduzo, meto pisca e peço passagem... mas só mesmo lá ao fundo.

Rui Gamboa disse...

Caro Miguel Soares,

Lamento, mas eu não sou quem está a pensar.

SB,
O problema é que para te darem passagem, têm que parar, empatando todos os outros que estão na fila. Porque não há de facto razão para haver fila ali, porque não há nenhum stop ou cedência de prioridade, apenas se para por situações em que se diexa passar que, por sua vez, passa todos os outros.

Rui Gamboa disse...

Caro Miguel Soares,

Lamento, mas eu não sou quem está a pensar.

SB,
O problema é que para te darem passagem, têm que parar, empatando todos os outros que estão na fila. Porque não há de facto razão para haver fila ali, porque não há nenhum stop ou cedência de prioridade, apenas se para por situações em que se diexa passar que, por sua vez, passa todos os outros.