10 outubro 2008

Fogo Extinto

De lamentar o novo cancelamento do Fôguetabraze. Segundo o próprio Nuno Barata as razões são as mesmas, ou seja, o uso abusivo da caixa de comentários. No entanto, os administradores dos blogues têm a opção de moderação de comentários, algo que facilmente faria parar o “lixo”. Evidentemente, ele é dono e senhor do seu espaço e não tem que dar explicações a ninguém, mas por outro lado, nós, enquanto frequentadores daquele seu espaço que é aberto a todos, podemos reflectir sobre o assunto. E ao fazê-lo, surge-me uma questão acima das outras todas que poderão também ser levantadas. Que importância tem, de facto, a blogosfera na realidade sócio-política dos Açores?

12 comentários:

Papio cynocephalus disse...

creio que a importância já é tal que o fecho do fogotabrase é a melhor coisa que podia ter acontecido a carlos césar

Anónimo disse...

Estou de acordo com os considerandos, pois não é liquido que o motivo do fecho ou da suspensão do blog do Nuno Barata tenha sido os comentários.
Penso também que a blogosfera Açoriana devia dar lugar a um debate Regional...
Espero que o Barata volte a animar a blogosfera...

Anónimo disse...

Conseguiram.
O Barata, finalmente, redeu-se. Ainda por cima em vésperas de eleições Regionais, grande vitória para carlos César. Conseguiram. Parabéns ao PS, ao Governo e aos demais interessados.

Se eu tivesse um blogue fazia uma posta deste teor em letras garrafais.

Parabéns do fundo do coração deste cidadão cumpridor dos seus deveres cívicos mas cobarde e acomodada.
Vivam os Verissimos Borges, os Baratas e outros bravos que vão perdendo o amor aos bens materiais em favor do bem de todos nós.
Vivam que eu não tenho coragem para viver.
VV

Tibério Dinis disse...

Na blogosfera açoriana escreve-se e pensa-se muito melhor do que em muitos jornais da região, falta é visibilidade. Os blogues também são poucos, sem fogotabrase e :Ilhas resta os pequenos blogs.

A sociedade está fechada, os jornais não fazem destaques de blogs, não há tertulias nem tão pouco bloggers com um programa de tv.

Cumprimentos

Anónimo disse...

"Que importância tem, de facto, a blogosfera na realidade sócio-política dos Açores?"

Não tem importância alguma. E porque haveria de ter?

Anónimo disse...

A desculpa do Nuno Barata foi e e é muito esfarrapada.
Eu era um dos leitores assíduos da caixa de comentários e raramente li qualquer coisa menos própria ou insultuosa, à excepção dum tal Edgardo que recorria frequentemente a palavrões e a trocadilhos de mau gosto.
O Nuno deveria era estar agradecido aos muitos comentadores que lá marcavam a agenda politica, social e económica da Região.
Frequentemente, e em especial nesta época, víamos que os assuntos lá comentados, rápidamente se tornavam tema de discussão dos diversos partidos, forças e até governo.
Um caso único.
A verdade é que os comentadores ultrapassavam pela esquerda e pela direita os interesses postados pelo Nuno Barata.
Para mim o Foguetabraze acabou.
O Nuno foi muito infeliz na sua atitude e até muito mal educado.
Muito da notoriedade bloguistica que ele usufrui deve aos comentadores ou à participação animada de vários intervenientes.

Anónimo disse...

Se o Barata reabrir o blogue dele, vai ser motivo de gargalhada geral.
Pena foi os tais comentadores terem desaparecido dum dia para o outro.
Na realidade eles diárimente davam show, só que o Barata, na maioria das vezes não percebia nada, pois a bagagem cultural deste é zero à esquerda.
Espero que esses comentadores distribuem os seus comentários em todos os outros blogues, inclusivé este.

pedro lopes disse...

O "Foguetabraze" era - goste-se ou não -, uma referência da Blogosfera com sede nos Açores.
O Nuno Barata era tido por alguns, como o "pai" da blogosfera Açoreana. Se não o foi, de facto, foi pelo menos o blog que mais interesse susciptava e com as caixas de comentários mais cheias. (creio que ouve posts que quase atingiram os 200 comentários.....é obra!)

O "ruído" que por vezes se verificava, devia-se, exactamente, ao número de leitores que tinha e à frontalidade e, por vezes, exageros, que o seu autor colocava nas linhas que escrevia. O Barata sempre assumiu os seus pontos de vista, numa terra onde raros são os que desafiam os poderes instalados, ousamdo escrever o que muitos pensam. Isto, deve ser reconhecido e valorizado. Também li alguns disparates, mas também eu e muitos outros os escrevem de quando em vez.

Estou seguro que se perde mais do que se ganha; dasapareceu uma referência.

.....ganha a familia do Nuno Barata, o próprio (pois diz-se sem "pachorra") e, quiça, alguns dos "terroristas" que lhe esgotaram a "paciência"...

Anónimo disse...

A blogosfera na realidade sócio-política dos Açores é tão evidente que só o Foguetabraze com os seus comentadores eram bem mais lidos do que qualquer jornal desta região, basta olhar para os números de visita.

Anónimo disse...

Há muita gente que ficou feliz com o encerramento do Foguetabraze.
Na realidade o Foguetabraze era um farol de liberdade, numa altura em que a liberdade está a ser racionada.
Não entendi bem as razões que o Nuno Barata apresentou, mas cada um manda na sua casa.
Em todo o caso a minha homenagem sincera ao Nuno por ter permitido dar voz aos que ainda têm voz.
Cumprimentos,
Milhafre do Atlântico.

Anónimo disse...

Quando o Barata fechou pela primeira vez desapareceu o Fundo Socorro Social, depois o Dr. Lopes da Silva! Agora, depois se verá o resto.

Foi uma decisão deveras infeliz.

Jardelina da Doca

Anónimo disse...

O Dr.Barata está detido nos calabouços de DollaBarat e só de lá sai depois das eleições.