17 agosto 2009

Máfia do Norte

Adriano, jogador de futebol que o Futebol Clube do Porto contratou ao Nacional da Madeira há uns anos, está há algum tempo arredado da equipe principal portista. Com contrato, o jogador não aceita ser emprestado, nem negociado, por isso o FCP anda a pagar o chorudo ordenado do brasileiro, sem ter qualquer tipo de compensação. Uma vez que a janela de transferências está prestes a fechar, medidas devem ser tomadas.
Vai daí, a direcção portista decidiu fazer-lhe uma oferta que ele não pode recusar: uma valente carga de pancadaria.

10 comentários:

Pintado da Costa disse...

ó morkoun vê lá noum keires tabéim lebar uma tareia, houin?

Toupeira Real disse...

Tás aqui tás a levar no focinho, seja o teu nome Paulo Assunção, ou Adriano!

Ointeceton Xarxile disse...

Este nosso Rui especula muita.

Toupeira Real disse...

Não é especulação, foi mesmo um traumatismo craniano, entre outros mimos!Oinc!

Homem do Norte disse...

Vamos lá ver se alguém vem escrever sobre a famosa máquina trituradora...Ah, Ah!

Ointeceton Xarxile disse...

Antro de benfiquistas...

Jordão disse...

Pois é afinal a “máquina trituradora” não tritura mais do que duas ou três “tacinhas” de mousse de chocolate de pré época! Mas o problema é sempre dos outros! É do Marítimo que pus o autocarro, é do árbitro e por ai fora! Continuem assim que vão longe! Muito longe!

Rui disse...

Jordão, que mal faz o Benfica a vocês. Isto aqui nem é de futebol que se está a falar, é de máfia mesmo.

Jordão disse...

Oh Rui isso é tudo igual! Ou será que achas que não existe máfia a Sul, Ilhas e afins?


O Benfica nunca me fez mal nenhum e esse sentimento é recíproco, pois de outra forma as segundas-feiras de muitos dos outros 4 milhões seriam muito mais aborrecidas, depois das eufóricas pré-épocas dos supostos 6 milhões, 2 jornais e muitos comentadores!

Um abraço

Kik disse...

É bem feito, não foi ele que quis ir pró Porto que era tudo gente honesta, ora aí tem!