01 outubro 2009

Dos Debates às Autárquicas

Hoje foi a primeira vez que vi um dos debates autárquicos que a RTP-Açores está a levar a cabo. Antes de mais, registo para importância vital que têm estes debates. A televisão regional está, por isso, de parabéns.

No entanto, é com algum desconforto que se vê a facilidade com que os candidatos descem no nível de debate. Hoje, por exemplo, o candidato socialista à Lajes do Pico, além de interromper constantemente a sua interlocutora, com a total complacência do moderador da RTP-A, falou sobre a forma como candidata do PSD “passa no seu BMW”. Simplesmente inacreditável. Depois, no final, no minuto que é concedido a cada candidato, o socialista não começou com aquilo que pretende para o Concelho, não, falou do marido da senhora candidata. Certamente, esse assunto deve andar pelas bocas das pessoas nos cafés e supermercados das Lajes, mas ao candidato exigia-se outras ideias.

O debate sobre Nordeste também resvalou muitas vezes para palavreado desnecessário. O candidato social-democrata e actual Presidente da Câmara, José Carlos Carreiro, não tem necessidade de usar palavras como “ignorante”. Não ganha nada com isso. Na verdade, porém, o candidato socialista não soube, ou não conseguiu responder, à questão da SCUT até à Pedreira.

Em ambos os casos, há a constante presença do papel do Governo Regional dos Açores. Os candidatos socialistas tentam sempre passar a mensagem de que os seus Concelhos ficarão, ou estão a perder, porque não têm Presidentes do PS. Parece que é uma má estratégia porque revela apenas que este Governo Regional dos Açores mostra-se relutante em cooperar com entidades governamentais de outras cores políticas. Depois das eleições, todos devem remar para o mesmo lado, em direcção ao progresso dos açorianos. No entanto, não é isso que se conclui nestes debates.

As populações que escolherem outras cores políticas para as suas Câmaras Municipais não podem, de modo algum, ser prejudicadas. E quanto mais os candidatos socialistas insistirem nesse ponto, mais fica a certeza que este Governo é só para alguns.

4 comentários:

Alexandre Pascoal disse...

Rui, não deves estar a par das "boas práticas" da CMPdl

Rui disse...

Não sei a que te referes, se quiseres concretizar....

No entanto, não compreendo o que isso poderá ter a ver com o assunto que eu falei. A argumentação da fuga prá frente é demasiado simplista.

Fale-se sobre este assunto e depois fale-de doutros.

ZEZE disse...

Boas praticas da CMPD? pergunta o Sr Pascoal! E as praticas do Governo? Sabe? devia estar mais atento ou pelo menos tentar saber o porque de muitas candidaturas socialistas a juntas e assembleias de freguesia! Quem tem telhados de vidro....

Anónimo disse...

só o debate Rui-Alrexandre revela o que aqui se quis dizer, ou será na mão esquerda?