15 junho 2010

Porque Portugal Não Vai Longe Neste Mundial

Pequeno exercício: dividir os jogadores de Portugal e alguns dos principais candidatos ao título, em jogadores defensivos e ofensivos.
Portugal
Defensivos: Bruno Alves, Paulo Ferreira, Rolando, Duda, Ricardo Carvalho, Pedro Mendes, Miguel, Miguel Veloso, Pepe, Raul Meireles, Rúben Amorim, Ricardo Costa, Fábio Coentrão. (13)
Ofensivos: Ronaldo, Liedson, Danny, Simão, Hugo Almeida, Tiago, Deco, (7)
Brasil
Defensivos
: Lúcio, Juan, Felipe Melo, Gilberto Silva, Luisão, Tiago Silva, Gilberto Melo, Josué, Kléberson (9)
Ofensivos: Maicon*, Michel Bastos*, Elano, Fabiano, Kaka, Robinho, Dani Alves*, Ramires, Júlio Baptista, Nilmar, Grafite (11)
Argentina
Defensivos
: DeMichelis, Clemente Rodriguez, Burdisso, Bolatti, Heinze, Garce, Samuel, Mascherano, Otamendi, Pastore (10)
Ofensivos: Dimaria, Veron, Higuain, Messi, Tevez, Aguero, Jonas, Palermo, Milito, Maxi (10)
Espanha
Defensivos:
Albiol, Piqué, Marchena, Puyol, Capdevilla, Xabi Alonso, Sergio Ramos, Busquets, Arbeloa, Javier Martinez (10)
Ofensivos: Iniesta, Villa, Xavi, Torres, Fabregas, Mata, Pedro, Llorente, David Silva, Navas (10)
*estes três laterais brasileiros têm que ser considerados como jogadores ofensivos.

15 comentários:

Anónimo disse...

Portugal não vai longe, mas não é por ai.

A magia do futebol é que é um jogo completo, há que defender bem e atacar bem. Ninguém ganha o quer que seja a defender mal, têm é que defender bem e atacar o suficiente. Pelas tuas considerações a Itália não seria o detentor do título e o Inter não tinha a champions. Da mesma forma o Benfica não teria sido campeão.

Anónimo disse...

para rematar o problema não é levar 13 jogadores defensivos, o problema é que mesmo levando 13 defende-se mal.

O problema também não se resolvia a levar 15 jogadores de ataque, porque estamos a atacar mal.

Anónimo disse...

e se viste o mesmo jogo do que eu vês que o problema de portugal não foi o ataque, foi a defesa e a saida da defesa para o ataque nem passavamos do meio campo. faz falta dois laterais fortes de ambos os lados e um médio para as transições. tão simples.

Anónimo disse...

só que em portugal não temos bons laterais, pensamos que temos bons laterais. afinal não passam de extremos adaptados exemplos: coentrão, bosingwa, miguel, etc.

nos sub 21, sub 19 e sub 17 também há problemas nestas posições. ou seja o futuro para por adaptar ou centrais a laterais como também é vulgar ou extremos. mas a melhor solução obviamente que passa por nacionalizar dois brazucas

Toupeira Real disse...

O melhor ataque é a defesa. A equipa da FPF treinada pelo mítico ex-treinador do Real Madrid da 5 derrotas consecutivas em casa e grande arquitecto das vitórias do Manchester, desde 1987 (influência prévia) até à data (resultado do trabalho implementado)não passa de uma manta de retalhos onde cada um não faz o que sabe, não faz o que lhe mandam e não sabe o que faz. E quem devia mandar não sabe. Logo, sabemos o que vai acontecer.
Ontem provou-se que Carlos Martins tem lugar naquela espécie de futebol, para o transformar no que deve ser, e o "coxo" capitão do Benfica ainda é o melhor avançado português.

Jordão disse...

Pois Rui eu também queria que estivesses certo, até porque também gosto muito de futebol espectáculo mas assim raramente conquistam-se campeonatos. Talvez por isso não colocaste aqui a Alemanha e a Itália!

Eu digo porque é que Portugal não ganhou o jogo de ontem: dependência do menino mimado do Ronaldo; trafulhices do menino mimado (trinta) Simão Sabrosa que afastaram o Nani (outro menino mimado) mas que numa semana vai ficar recuperado – o Pepe ainda não tá recuperado mas ainda está em África do Sul; declarações do menino (um pouco mais crescido) Deco – no final do jogo; mais da metade da equipa tem mais de 30 anos; e a outra metade não tem experiência de jogar entre si. Como é possível o Ruben Amorim jogar 4 dias depois de conhecer a Selecção?! Não ponho em causa o seu valor – que aqui entre nós não é nada de especial mas como não ficaram aqueles que estão com a Selecção desde o inicio e que nem sequer aqueceram? Assim não se constrói uma equipa, nem se forma nada – o principal argumento para que o Queiroz continue lá!

Jordão disse...

Ah! E para aqueles defensores do Carlos Martins tenho duas perguntas para eles: vai supor que ele jogaria a titular na Selecção, os outros 85 minutos quem faria o lugar dele. E com Carlos Martins fora de Portugal quem iria manter-nos nos lugares cimeiros no ranking de consume de bebidas espirituosas e alcoólicas?

CP disse...

Rui,

Miguel e Coentrão também devem ser considerados jogadores ofensivos.

O problema é que não há táctica que proteja a subida dos laterais.

E o problema, além das escolhas é táctico.

Hoje em dia julgo que era preferivel assumirmos um 3 - 5 - 2 dinâmico visto as nossas deficiências

Eduardo

Carvalho (Pepe)

R. Costa(Carvalho) B. Alves


R. Amorim Meireles Tiago Coentrão

Simão Danny)

Ronaldo Liedson

Tendo em conta a forma e as caracteristicas dos jogadores essta julgo que seria a melhor solução

A questão de motivação e afins já é diferente...é uma vergonha andarmos a pagar aquilo...

Para oJordão, tenho uma pergunta...está a disputar o primeiro lugar do ranking de consume de bebidas espirituosas e alcoólicas?!?

é que não ver a utilidade do C. Martins na selecção, quando o grande problema é aquele meio campo ser parado / paradinho tem de ser mesmo devido a clubite intelectualmente desonesta!

É o quenos fazia falta...o Deco deve ter vibrado com o jogo da sua selecção...o Brasil...

O tipo anda a passo, sem vontade...dêem-me um Assis, um Martins,um Moutinho todos os dias para aquele lugar...

Valeu-nos São Meireles na transição ofensiva...

Não durará muito o sofrimetno parece-me...

Rui disse...

Só umas considerações.

É óbvio que seria extremamente redutor colocar as coisas nestes termos, ter 12 ou 13 jogadores ofensivos. Eu fiz isto pq mostra a atitude do Queiroz. Ontem, dps de por o Simao nao tinha mais ninguem de ataque, ninguem!!! So o hugo almeida, mas que tem uma utlilizaçao mt limitada.

Eu penso que a questão é importante, na medida em que mostra a ausencia de soluçoes desta equipa. Por que diabo temos o Pepe que nao joga ha 5 meses?? Pq diabo temos o Ricardo Costa?!? Na pior das hipoteses, se se lesionasse dois centrais e um lateral, ainda dava para remediar, sem ter que recorrer ao ricardo costa.

Carlos, nao acho que se possa considerar nem o Miguel nem o Coentrão ofensivos. E não é pela forma como jogam, pq sim, são laterais ofensivos, mas é pela forma como jogam nas suas equipas. Ontem vimos no Brasil o maicon e o Michel Bastos jogavam literalmente em linha com os medios do brasil. Os laterias portugueses jogam em linha com os centrais, como verdadeiros full-backs, como dizem e bem os ingleses. No Brasil, o maicon e o michel bastos estão lá, antes de mais, para atacar e apoiar o atque, se jogassem na selecçao portuguesa, eu tb os consideraria defensivos. A questão é a forma como treinadores colocam a jogar as equipas e desde sempre os laterais no brasil são, antes de mais, atacantes.


Jordão, eu até poderia por a Itália e a Alemanha que o resultado ia ser o mesmo. Cerca de 10/10. Garanto-te. Mais nenehuma selecção (daquelas que eu conheço mais ou menos todos os jogadores), tem um racio 13/7, todas estao nos 10/10, ou 11/9.

Portugal tem um plantel mediocre e um treinadoe pessimo. Se passar a fase de grupos, cai na segunda ronda.

Kik disse...

Boas Rui

Pois é, o teu último parágrafo resume tudo, o que vem provar mais uma vez que a escolha de Queiroz foi um grande tiro nos pés, a FPF deveria ter ido buscar um GRANDE treinador e não recorrer ao varredor da selecção, que saiu de lá em 1994 sem varrer nada e que agora até já fala mal dos árbitros, do Drogba ter jogado, enfim, quero ver o que vai dizer para justificar o fracasso que se adivinha.

Anónimo disse...

Portugal não vai longe?!?
Chegou à África do Sul e acham perto?

Toupeira Real disse...

O Carlos Martins, em forma, em 25 minutos ganha um jogo, coisa que o Reco e Birrinhas não fazem em 90. O Amorim deveria ter ido logo na 1 convocatória.
Quanto ao resto o Jordão tem alguma razão, mas o erro é mesmo o tal Queiroz

Jordão disse...

Quando o Soco-lari estava cá ninguém reclamava – ele tinha a sua equipa e mais ninguém entrava.
Agora o Queiroz tem que por todos os jogadores que os 6.1 querem e os jornais anunciam.
Primeiro a Selecção não ia ao Mundial, depois não ia fazer nenhum ponto, agora já começam a dizer que não passa dos 1/8. Isso está a melhorar. Já estão a perceber como é que funcionam esses torneios, ou melhor o futebol no geral. Não preciso jogar bonito para ser campeão. “Meio a zero” como dizia o outro basta para ganhar jogos.

Deixam essa azia para trás. O coxo do Carlos Martins, na melhor altura do campeonato joga 45 minutos e só nos dias bons, imagem nessa altura do ano o que ele joga.

Mas agora vamos ser todos muito sinceros, quem é que queriam por na selecção? Nuno Assis e Carlos Martins são discutíveis, mais algum?! Acho que não. Quer dizer, não percebo porque é que o Moutinho não foi, principalmente porque ele fazia, há muito, parte do grupo. Até aí estamos todos de acordo. O Bosingwa, o Ruben Micael, o Varela e o Mani* se não tivessem lesionado também eram boas hipóteses. Mas tirando isso não temos mais ninguém. Mais: depois desse mundial vamos perder muitos mais. Estamos no final de circulo. E o grande responsável por ele, e que muita gente esquecesse, é precisamente o professor Queiroz. Soco-lari não fez nada. Aliás só fez merda, perdão cocó. Deu cabo, por completo, da formação nacional. Logo uma das melhores do Mundo. E depois perdeu a final do Europeu em casa e com a mesma equipa que tinha perdido o primeiro jogo. Ele de futebol percebe muito pouco. Aliás como depois vimos no Chelsea. Qualquer um arrisca-se a ser campeão com o Brasil. E nós fizemos um bom europeu em 2004 pois também tínhamos excelentes jogadores. Ou estão esquecidos que dias antes o FCP tinha ganho a Champions. E que depois de perdermos o primeiro jogo, com a super potência chamada Grécia, ele viu-se obrigado a por a defesa do FCP e o meio campo, completo dos Campeões Europeus de Clubes?!
No Mundial da Alemanha fizemos um tornei muito sofrido. Agora chegamos, com muita dificuldade a África do Sul e 6.1 estão sempre a pedir a cabeça do treinador. Ele está muito bem ali. Há todo um trabalho de base que é urgente fazer-se e é nisso que Queiroz é muito bom. E já está a fazer.
Estamos no Mundial. Isso é que era importante. O que vier a seguir é só lucro. E vejam o exemplo das tais super potência. A super favorita Espanha levou ontem que se consolou, a Itália foi logo ali, o Brasil foi com muito esforço e por aí fora. A única que se safou foi a Alemanha.

Anónimo disse...

toma e engole: como ficou a Espanha?

Rui disse...

Jordão,

A culpa da derrota no Euro 2004 foi todinha do Scolari. Toda. Recordo-me que, já a perdermos, ele tirou o Pauleta e pos o Ronaldo no lugar de ponta-de-lança. Aquilo foi um tal cair em fora-de-jogo, quebrando sempre o ritmo ofensivo da equipa.
No Mundial 2006, quer dizer, apanhou um grupo com o iraque, o mexico e angola!!! Mais, os jogadores que repetem agora estavam no topo da forma, como o deco, o ricardo carvalho ou simão e dps tinha os outros que entretanto sairam e que faziam toda a difenrença como o figo e o pauleta. E mesmo assim, é como dizes, aquilo foi um tal sofrer ate às meias finais. Se o Rooney nao era expluso, perdiamos o jogo com a inglaterra. E mesmo a jogarmos contra os 10 da inglaterra, so nos penaltis!!!
A questão é essa. Esta equipa de Portugal é fraquita. Acho que era possível ter mais jogadores ofensivos, não sei quais, mas teria de os ter, nem que fosse o quaresma, ou o djalo. O Carlos Martins, claro, que mesmo so fazenso 45 minutos é melhor que o pepe que nao faz nenhum, ou que o ricardo costa (e sim, mesmo falando de posições diferentes). Que diabo, ele perdeu o nani, tinha era que ir buscar um jogador ofensivo, tinha que ser. Porque, é como digo, no jogo com a costa do marfim, nao tinha mais ninguem no banco para mexer no ataque. Se tivesse o quaresma ou o carlos martins, sempre podia sair um passe (martins) ou um drible (quaresma), qualquer coisa, que nem o ricardo costa, nem o veloso, nem o miguel, nem o rolando, nem nenhum daqueles que estavam no banco conseguem fazer. E já agora, o simao é que tinha que ter começado o jogo, pois o danny a entrar a meio da 2ª parte teria outro impacto.
Contra a Coreia, eu tenho a certeza que ele não mexe na base da equipa. No máximo, faz essa troca Danny-Simão. Mas devia jogar com 2 avançados, sendo um o Ronaldo. Avançado, no sentido de estar livre de quaisquer tarefas defensivas, de jogar completamente liberto. E com dois extremos. E com o Deco. E com o Miguel no lugar do Paulo Ferreira, para ver se se chega à linha, o PF nunca passa mais de 20 metros dps da linha de meio campo. ou seja, contra a Coreia, teria que jogar o miguel, o carvalho, o bruno alves (é bom que ele se porte bem, pq nem metade do que ele faz em portugal será aceite, é logo vermelho) e o coentrão, o raul, ou o pedro mendes (que é mais posicional e numa equipa tao ofensiva, talvez seja melhor), o deco, o simao, o danny, o ronaldo e o liedson, ou até mesmo o hugo almeida. O problema é que dps, lá está, não há ninguem no banco de ataque, mas pronto.

A Espanha perdeu, mas jogou muito à bola! Ainda bem que perderam pq assim de repente nao ganham o seu grupo e portugal pode ser que nao os apanhe. Pq a Espanha, é mesmo o principal candidato. É muita bola com aqueles gajos.