23 setembro 2010

A Notícia de Ana Paula Marques e a Opinião de Rui Simas

Esta tentativa de subtrair importância ao caso da bolsa Ana Paula Marques é verdadeiramente fantástica. O alvo é a comunicação social, porque devia ter assobiado para o lado (alguma o fez). Em particular tenta-se atingir a RTP-Açores, porque é pública, pelo que não deveria criticar o seu próprio patrono. De Carlos César já se esperava que a reacção fosse mais ou menos a que foi. Falhada que terá sido a tentativa do leite não derramar, a solução passa a limpar a casa. Mas há um artigo no Açoriano Oriental de hoje que é totalmente descabido. Assina-o Rui Simas, que acusa a RTP-Açores de falta de isenção na apresentação da notícia, no passado dia 17.

Vamos rever o Telejornal.
O jornalista, Rui Goulart, abre o noticiário com a dita notícia e diz: “a bolsa atribuída ao filho da Secretária é notícia em quase toda a comunicação social do país”. Facto.
Acrescenta que “o jovem frequenta o curso de aviação civil em Évora e recebeu 9490€ para o actual ano lectivo” Facto.
Rui Simas fala em “júbilo”. “Júbilo”?!? Sim, sim, é perfeitamente perceptível que o Rui Goulart está, na sua mente, a esfregar as mãos de contente, enquanto dá aquela notícia...
Entra a reportagem que apenas aprofunda os factos, com dados como as datas das alterações das Portarias, os outros beneficiários da mesma bolsa e outros dados concretos semelhantes.
Mas, não se fiem só em mim, leiam o artigo (disponível apenas ainda em papel, ou para assinantes do AO) e vejam o vídeo do Telejornal em questão e tirem as vossas próprias conclusões. As lições de moralismo e as citações do código deontológico é que são uma pérola.

José San-Bento é que, no mesmo jornal e até na mesma página, fala com propriedade e clareza sobre o caso Ana Paula Marques: “é uma história fácil de explicar e fácil de perceber”.Touché.

7 comentários:

Anónimo disse...

Esse Simas não é o da rádio da universidade?

geocrusoe disse...

Tem piada a forma desajeitada como o PS e alguns elementos que vivem à sombra do governo tentam branquear a situação.
Mas quanto mais chafurdam na porcaria que fizeram, mais sujos ficam aos olhos de todos e mais longe se estende o mau cheiro.
Não haja dúvida que redes sociais e blogosfera estão a conseguir fazer chegar denúncias a OCS que fogem ao controlo de César e este depois fica descontrolado também.

Cidadão Envergonhado disse...

Boa Rui.
Eu enquanto cidadão espero que a comnicação social faça o seu papel sem fazer fretes aos políticos ou a quaisquer grupos de interesse.
Eu enquanto cidadão, espero que os OCS sejam um 4º poder, que me d~e a conhecer FACTOS que só devem envergonhar àqueles que os praticam.
Eu, cidadão cumpridor, espero que a Comunicação Social me ajude a ver os podres e os bons exemplos que proliferam na nossa sociedade.
Eu enquanto pagador de impostos espero que os OCS me abram os olhos em relação à forma mais ou menos correcta como é gerido o meu/nosso dinheiro pelos Governantes.

Eu espero e procuro que os FACTOS não fiquem "atrás do biombo" quando doem a quem tem poder.

Eu gosto de jornalistas que não se vemdem nem se deixam intimidar pelo Poder de quem devia zelar pelo nosso interesse comum, mas que se aproveita do Poder para benefico próprio,

Quem se deve envergonhar neste caso descrito por Factos, é Ana Paula marques, carlos César, e meia dúzia de "jornaleiros" que se deixam comprar por serem cobardes e incapazes de ver nos factos verdades indesmentíveis.

Eu, que deixava de ter esperança, começo agora a sentir que o ar tem mais oxigénio do que dióxido de carbono.

Dos fracos não reza a História.

Gilberta da Rocha disse...

Onde é que andava a oposição no dia em que o diploma ou seja lá o que for que permite a atribuição de tal bolsa, foi votado.
A oposição aparece a mandar bitaites, mas no dia em que podiam ter feito alguma coisa não o fizeram.

Anónimo disse...

o San-Bento se tivesse que procurar emprego...não arranjava.

Anónimo disse...

MÉMOIRES D'HADRIEN é um belissímo livro de Margarite Yourcenaur que apresenta a posição de Adriano perante a perspectiva de seu filho Marco Aurélio vir a tornar-se Imperador Romano, como de facto foi.
Nos Açores não vamos tão longe, mas o que importa alertar é para um certo vazio em arranjar substituto (apesar de tudo) para a liderança da governação açoriana. Resta-nos, uma boa memória e saudades de Victor Cruz.
De resto, nada. Nem da parte do Governo nem da oposição.

Anónimo disse...

Factos?

http://paralelo37.blogspot.com/2007/03/e-mais.html