28 janeiro 2007

Guantanamo Bay


Ao fazer uma ronda pela blogosfera, deparei-me com esta iniciativa. Parece que um grupo de pessoas está a fazer tudo para fechar a prisão de Guantanamo Bay. A questão que se levanta, logo à partida, é a seguinte: para onde irão os detidos? São postos em liberdade?
Apesar das poucas, mas muito divulgadas incompetências por parte dos serviços de informação americanos, que levaram à captura de alguns indivíduos que não tinham qualquer ligação ao terrorismo, continua a ser aconselhável ter uma prisão com condições especiais para terroristas. Porque a maioria dos detidos em Guantanamo, está lá porque, de uma forma ou outra, tem ligações a grupos terroristas e é da mais elementar justiça que não estejam em liberdade. Além disso, é também expectável que se tente obter informações, para evitar ataques futuros. Pode-se é discutir se as actuais técnicas para sacar informação dos detidos são ou não fiáveis.
Em muitos casos, os inimigos não se escolhem, não basta que não se ataque um grupo ou um país para que estes não nos queiram atacar. Deste modo é essencial ter um bom serviço de informação que previna ataques terroristas ao nosso modo de vida. E para os métodos que os terroristas usam, são precisas medidas diferentes daquelas usadas para combater o crime "vulgar".

5 comentários:

PP disse...

Pois é meu caro, este teu post remete-nos, invariávelmente, para o modo como os que estão detido em Guantanamo, lá chegaram, e que informações levaram à sua captura.

Guantanamo tem menos de 200 presos, seguramente que uma grande percentagem "tem culpas no cartório". O problema, é assegurar os Direitos (por ex. um advogado) aos que lá estão sem ligações a actividades terroristas.

É sabido que muitos de nós, entenda-se humanos, confessam o que fôr preciso, só para pararem de ser torturados, pois já não aguentam a dor física ou a tortura psicológica.

Também é sabido, embora não admitido, que em Guabtanamo se torturam os presos para obter informações.
Outra verdade, é que quem é treinado para ser terrorista, por vezes com o sacrificio da própria vida, tem uma resistência à tortura acima de um individuo normal.

Daí o problema de alguns detido sem culpa formada, poderem acusar outros inocentes (por desconhecerem verdadeiros culpados), só para pararem de ser torturados.
Essas informações falsas são uma bola de neve perigosa.

Tu focas a questão essencial; O papel fulcral da Inteligência na busca de um inimigo invisível

Os serviços secretos têm obrigação de, através de todas as formas legais e possíveis, evitar que um qualquer cidadão seja detido, sem ter uma ligação directa e objectiva a um crime ou grupo terrorista.

Só assim se podem evitar verdadeiros ataques aos direitos, liberdades e garantias de cidadãos pacatos e cumpridores, que se veem dentro de um avião a caminho da Ilha de Cuba.......a única boa recordação que pode levar desta viagem é uma possivel passagem pelos Açores.eheh

Rui Gamboa disse...

Mas fechar guantanamo é que não.

PP disse...

Havendo os devidos cuidados, também acho que deve haver uma prisão especial, para detido com ligações terroristas.
Seja em Guantanamo, seja na Carolina do Norte.

Os terroristas não são criminosos ditos vulgares. Um criminoso vulgar não se dispõe a matar o maior número possível de inocentes em nome de "nada", dando a própria vida.

Rui Gamboa disse...

Disseste que não é admtido que se tortura. Bem, não será bem assim, o que se faz de forma algo falaciosa (admito) é que quando se fala nisso, pede-se para defeinir tortura. Porque os métodos usados em GITMO são todos bem conhecidos e admitidos pelos governantes, aliás muitas das técnicas brotaram da cabecinha do Rumsfeld directamente, penso que a técnica de por auscultadores com sons estridentes durante horas a fio é dele. São técnicas que contornam as definições conhecidas.

A questão é evidente que não é local, se em cuba se no alasca. A questão é que a luta contra o terrorismo exige medidas especiais, como uma prisão especial, com exigencias especiais.

Rui Gamboa disse...

Porque como referi no post original, eu admito que as técnicas usadas em GITMO para sacar info dos detidos não está a funcionar, porque são capazes de dizer tudo para acabarem com as técnicas de interrogação. Agora, não tenho dúvida que é preciso sacar info deles. Como? é outra questão, porque como disseste são pessoas preparadas para morrer por uma causa.