28 abril 2007

Irradiado...


O jogo entre o Boavista e o FC Porto acabou há pouco, com uma vitória justa dos boavisteiros, por 2-1.


O objecto deste post, contudo, não é este jogo, nem sequer a hipótese que se abriu ao Benfica, para ficar a 2 pontos do Porto. Vou antes falar de um jogador que devia, simplesmente, ser irradiado do futebol de uma vez por todas, chama-se Bruno Alves e, como não podia deixar de ser, joga no FCP. Trata-se de um tipo que não tem qualquer problema em agredir os seus adversários, hoje por exemplo, deu pelo menos, dois pontapés e uma chapada e (acho) que nem sequer viu um cartão amarelo. É uma situação recorrente, sempre que entra em campo, Alves agride e nunca é expulso. Não posso deixar de fazer uma ligação entre esta situação e o facto de jogar no FCP, porque parece que os jogadores do Porto têm uma tendência para agredirem adversários, talvez porque sabem que nunca há consequências, em termos disciplinares. Recordo-me assim de repente, de F. Couto, de Paulinho Santos e tantos outros. E quando os árbitros aplicam a leis e mostram cartões, cai o Carmo e a Trindade, quem não se lembra de Quaresma a ser expluso, por dar uma cotovelada, há bem pouco tempo? E esta é uma das muitas razões, porque o FCP tem sido superior, neste últimos 25 anos, celebrados agora, com o lançamento de uma biografia de Pinto da Costa.

9 comentários:

Anónimo disse...

Petit, João Vieira Pinto, Mozer...
Tudo jogadores que são ou foram do FCP.

Rui Gamboa disse...

Já sabia que vinha a comparação com Petit. è que nem se pode comparar o que o Bruno ALves faz com o Petit. Admito que o Petit dá as suas, e que muitas delas são de propósito, mas o Bruno Alves é sempre, em todos os jogos e várias vezes, como se viu hoje. Quanto ao JVP, nem vale a pena falar, foi um mártir nas mãos de muitos, em especial o Mauzinho Santos. O Mozer era duro, mas honesto, lembro-me que deu uma (e bem dada) no Couto, porque esse pensava que podia dar (como o Alves pensa) e não lhe acontecer nada, estava enganado.

Anónimo disse...

Claro que umas são bem dadas e de outras nem vale a pena falar...

Anónimo disse...

estamos conversados, até ao próximo campeonato. Fica bem!

Rui Gamboa disse...

Evidentemente que sim, meu caro, ou achas que vamos só levar e não fazer nada? Acho que não!

Agora nada do que disseste chega, sequer, aos calcanhares do que bruno alves faz. O tipo é um anormal e tem que ser irradiado, tem entradas assassinas, em todos os jogos. Basta aos árbitros tratar os portistas como tratam todos os outros e isso acabava, mas basta um expulsar (e muito bem) o Quaresma e caem todos em cima do homem. Isto só vai lá com o Pinto da Costa e Co. na prisão e, se a justiça desportiva em Portugal séria, o Porto ia para a segunda divisão, tal e qual a Juventus foi.

Anónimo disse...

Claro que sim e isso permitiria que um qq da 2ª circular lá ganhasse um campeonatozito, mas só um porque logo no ano seguinte acabavam as facilidades. Aliás também acho que deviam irradiar o FCP de todas as outras competições, como por exemplo o Hóquei e vamos lá a ver se no basquete também não seria melhor provar que os azuis passam mais de 3segundos no garrafão.

Juízo, meus caros

Anónimo disse...

Agradecia que nesta polémica - até porque não me pronunciei -, a resposta do anónimo terminasse com um "Juizo, meu caro".

Temo que o plural me tenha como alvo também, mas "eu não dei para esse peditório".

É só para que fique claro que o que o Rui escreve, é da exclusiva responsabilidade dele (parece-me obvio), e o mesmo é válido para o que eu aqui posto ou comento.

Obrigada Pedro Lopes

Anónimo disse...

OK, deixo cair o "S"
Apesar de tudo, vocês não são todos iguais...

Rui Gamboa disse...

Caro anónimo,

Faço minhas as palavras que li no blog tipo assim, e que dizem bem os meus sentimentos em relação ao porto:

"Julgo que durante o meu tempo de vida útil já não será possível qualquer tipo de reconciliação com o FCP. Não consigo, de modo algum, encontrar naquele clube regionalista radical, de Presidência duvidosa e de inspiração revanchista, qualquer motivo de simpatia".

Não é preciso irradiar o portinho, basta que joguem com armas iguais e rapidamente tomarão o seu verdadeiro lugar, ou seja de um clube regional, sem qualquer dimensão relevante. E com juízo, EU, tenho dito ;)