11 junho 2008

Barril a 250

O director da maior empresa de energia do mundo, a Gazprom, fez uma declaração, que apesar de já não ser surpreendente, é preocupante. Alexey Miller afirma que no futuro próximo o barril de petróleo atingirá a fantástica marca de 250 USD. Pode-se falar em especulação, como é evidente, mas a conclusão que devemos chegar deve ser mais abrangente: todos nós temos que alterar o nosso estilo de vida, porque somos muito dependentes do petróleo e seus derivados. Teremos que forjar um novo paradigma de mobilidade, onde o automóvel privado não seja a peça central, tal como é hoje.

3 comentários:

Paulo Pereira disse...

Concordo no geral com a apreciação.
Pessoalmente, consideraria o Deco o homem do jogo. Ele, além de fazer um grande jogo, esteve nos outros dois golos.
A defesa teve dificuldades no jogo aéreo, assim como, Moutinho e Petit estiveram muito macios e algo lentos, raramente se antecipando no jogo aéreo. Exactamente o oposto da defesa e médios checos.
Concordo com o Fiat com o facto de termos a sorte do jogo.
A atitude dos jogadores mudou ao intervalo, as substituições estiveram bem, a altura de H Almeida é sempre suficiente para fixar dois centrais e impedir que estes subam nos cruzamentos.
Ou seja, a Scolari daria também 8.

SB disse...

tenho vindo a pé para o trabalho sempre que posso.

só não venho sempre por causa da instabilidade do nosso clima :s

Rui Gamboa disse...

e eu, um pouco por obrigação, devo confessar, porque aqui onde vivo não tenho carro, vou todos os dias a pé para o trabalho e quando quero ir para outros locais, é de transportes públicos.

mas é algo que levarei comigo para onde for daqui: andar a pé, usar os transportes públicos, mas tb ter um carrito, para uma curva de quando em vez ;)