22 fevereiro 2011

Serviço Madeirense de Transporte Aéreo


Depois de ouvir as entrevistas no fim de semana do Presidente do Cons. Adm da SATA e do deputado Jorge Macedo, conclui-se o seguinte:

Se sou residente nos Açores e quero viajar para Lx, com um mês de antecedência, Aamelhor tarifa que encontro da SATA é de 203€. Depois a SATA ainda recebe da república 86€ por causa de mim. Ou seja, nos Açores a viagem custa 289

Se sou residente na Madeira e quero viajar para Lx, com um mês de antecedência, a melhor tarifa que encontro, entre todas as companhias, é de 104€ e é da SATA. Eu recebo da república 60€. Na Madeira viagem custa 44€.

289€ na SATA PDL-LIS
44€ na SATA FNC-LIS

289€
44€

289
44

289
44

289
44

14 comentários:

FranciscoM disse...

Caro Rui, efectivamente aquilo a que se assiste no transporte aéreo nos Açores é uma vergonha e deixe-me que lhe diga também que o jornalismo nos Açores também n fica bem na fotografia neste assunto.

Vamos por partes:

- Sata na Madeira: Efectivamente as viagens para a Madeira são mais baratas que para os Açores. Naturalmente que muitos falam em questões de distâncias, custos, mercado, etc...
Aquilo que me espanta em que ninguém toque no assunto essencial que é o lucro ! A SATA está a ter resultados desastrosos na Madeira. A SATA apesar dos baixos preços andava com os aviões vazios, de tal forma que cancelaram grande parte dos 14 voos que tinham por semana entre Lisboa-Fnc. Os resultados em Janeiro foram preocupantes ( perda de 28% passageiros )

http://www.anam.pt/Estat%C3%ADsticas-518.aspx

Agora pergunto eu: pq ninguém coloca esta questão ao Sr Presidente da SATA ? Que péssimo jornalisto é este.

Então a SATA corta voos para o FNC pq ? Porque dá prejuizo ? Então os Açorianos andam a pagar para a SATA tostar dinheiro na Madeira, com beneficio para os locais ?

Já reparou na quantidade de voos turisticos para a Madeira que a SATA opera ?

Só um exemplo

http://www.calameo.com/read/0000920965669bd5f1031

Página 8/9

Pq raio a SATA faz voos dos países nordicos para o FNC em concorrência com os Açores ?

Será que ninguém se indigna ?

Não há nenhum jornalista que veja isto ?

Francisco M disse...

E depois querem turismo ? Como ?

Falou-se há dias em imagens dos Açores em taxis ! Mas não foi neste Governo que a SATA praticamente apagou o nome Açores dos seus aviões:

http://planepictures.net/netshow.php?id=442040
http://planepictures.net/netshow.php?id=1010446

Pq raio o site oficial de turismo diz que só operam duas companhias nos Açores:

http://www.visitazores.com/en/the-azores/how-to-get-there

Então a Air Berlin, Finnair, Arkefly , Air Transat ?

É só SATA e SATA !

Já agora era importante que alguém ligado ao turismo disse-se à Sunvil que PDL mudou de cara há anos.

http://edition.pagesuite-professional.co.uk/launch.aspx?referral=other&pnum=&refresh=bN031n9E6Hy1&EID=318b8e51-6749-4827-ae17-255d9cf86063&skip=

página 20

Como é que se admite que um operador mostre imagens de Ponta Delgada de 2004 numa brochura de 2011 ?

Infelizmente os governantes e jornalistas nos Açores andam bem cegos

FranciscoM.

Falam, falam, ..... disse...

A SATA devia ainda baixar mais as tarifas na Madeira.

Lá os peradores e agentes enchem os aviões e fazem um bom trabalho, mas aqui estão sempre à espera de S. Governo!

Mexam-se seus idiotas, a SATA não pode andar dum lado para o outro a subsidiar a vossa pequena e estúpida visão das coisas.

Esse tal inginheiro de Macedo que crie uma companhaia low cost e deixe-se de dizer asneiras!

Anónimo disse...

Caro FranciscoM,

Foi efectivamente "neste Governo" que o nome Açores praticamente desapareceu dos aviões.

Passo a explicar:
- Até à ultima mudança de imagem os aviões da SATA, os ATP e o Dornier, possuiam na sua fuselagem "Air Açores".
- Os aviões da SATA Internacional possuiam a palavra "Azores" em letras de tamanho considerável.
- Com a recente alteração de imagem da SATA os avioes Dash Q200 chegaram aos Açores sem qualquer referencia à palavra Açores/Azores. Esta palavra não fazia parte dos esquemas das pinturas, por isso, foi colocado em todos os aviões "Fly Azores" em fita autocolante (em zona pouco visível, erro de marketing, próprio de algo pensado à última da hora).

Para uma companhia que é mais madeirense que açoriana isto é compreensível.
Aliás nem o Governo está preocupado com nada disto. Enquanto se encher a SATA com amigos e amigas do partido isto não vai longe.

Tratamos de alvarás e licenças! disse...

Quem quiser formar uma companhia de aviação pode dirigir-se ao Registo Comercial.

Rui disse...

Caro FranciscoM,

O seu comentário levanta de facto questões muito interessantes e que merecem um análise mais cuidada. Com efeito, constatado o facto dos cancelamentos dos voos FNC_LIS pela SATA e na certeza que, pelo contrário, as ligações entre PDL e LIS terão uma média acima dos 50% (e corrija-me se estiver enganado em relação a esta taxa de ocupação), a questão dos preços/serviço público assume uma dimensão ainda mais grave. Em relação à palavra Açores nos aviões, é um erro de marketing que foi explicado pq se acedeu à ditadura da imagem.
Só tenho a dizer que a comunicação social nos Açores está altamente limitada, novamente por acção directa do governo dos Açores. A relação que o gov tem com a comunicação social é em tudo semelhante à que tem com quase todas as outras entidades, deixa-as à míngua e de mão estendida à espera de migalhas para sobreviverem. O importante para o gov é ter uma comunicação social que exista qb, ou seja que tenha o meios para publicitar todos os cortes de fita que césar faz, mas que não tenha qualquer capaccidade de investigação.

Anónimo disse...

Tudo indica que a SATA deixará de voar de Lisboa para o Funchal em codeshare com a TAP. Deixará mesmo de fazer essa rota.
Num futuro, algo próximo, a SATA Internacional passará a ficar baseada nos Açores (e não em Lisboa) devido à forte concorrência que sofre em Lisboa.

Anónimo disse...

Eda qual não é capaz de se libertar. A SATA não sabe viver em mercado concorrencial, uma vez que sempre esteve dependente de subsídios. o actual modelo de gestão está findo. Venha pois alguém com ideias diferentes para a sua direcção.

FranciscoM disse...

Caro Rui, existe uma ferramenta do site Amadeus que permite ter uma ideia do nº de passageiros de algumas companhias.

http://www.amadeus.net/plnext/meb/FlightInfoSearch.action?SITE=BCEUBCEU&LANGUAGE=GB

Vão buscar directamente ao sistema de Check-in

Funciona por exemplo para a SATA nos Açores e Funchal. Basta colocar o código do voo, companhia. Funciona apenas no dia em que o voo se realiza.

Alguns exemplos:

Departing Ponta Delgada Azores, Portugal - Joao Paulo II - Thursday, February 24, 2011
Arriving Lisbon, Portugal - Airport - Thursday, February 24, 2011
Airline SATA International (S4) Flight number 120(S4120)
Hour Flight Information Airport
08:45 Left the gate Ponta Delgada Azores, Portugal - Joao Paulo II
08:47 Took off Ponta Delgada Azores, Portugal - Joao Paulo II
Px passengers on board 137) Ponta Delgada Azores, Portugal - Joao Paulo II
11:40 Estimated time of arrival Lisbon, Portugal - Airport

Estes são da Madeira de há algumas semanas atrás:

10:00 Left the gate Funchal, Portugal - Madeira
10:06 Took off Funchal, Portugal - Madeira
Px passengers on board 85) Funchal, Portugal - Madeira
11:30 Estimated time of arrival Lisbon, Portugal - Airport

9:00 Left the gate Funchal, Portugal - Madeira
09:10 Took off Funchal, Portugal - Madeira
Px passengers on board 40) Funchal, Portugal - Madeira
15:05 Estimated time of arrival Stockholm, Sweden - Arlanda

Anónimo disse...

Sem querer menosprezar outros factores ou considerações, é necessário ter em conta que a distância para PDL é cerca de 50% maior e o combustível tem um grande peso nos custos do voo.

F. Cordeiro

Anónimo disse...

quanto mais longo é o voo menor é o custo. Isto quer dizer que os bilhetes pagam-se sempre que for grande a distância. E a SATA já voa para cá a 700/750 Km/hora.

Anónimo disse...

Para esta escumalha a SATA devia aumentar 100% os bilhetes!

É só dizer mal!

Acham que os aviões andam a vinho de cheiro ou a água das lombadas?

Kik disse...

Excelentes referências de FranciscoM, sem dúvida, concordo a 100%. É caso para refletir sobre a nossa comunicação social mas isto o Rui já teve oportunidade de abordar.

Sobre a relação preço/distância a ser verdade as tarifas SMG-SMA seriam a preço de vinho de cheiro ou água das lombadas no entanto são muito mais caras que um LIS-FNC.

Anónimo disse...

É muito simples-> Se os Jornalistas ousam piar sobre o preço das passagens, acabam-se as mordomias!
O mesmo se passa e passou há uns anos numa outra companhia, os jornalistas começaram a mexer num assunto que dizia respeito a essa companhia e depois alguém lhes lembrou que as regalias e mordomias para aquele jornal ou estação de televisão poderia acabar! é o medo, muito medo de se perder mordomias e regalias! Não existe jornalismo de investigação nos Açores, PONTO!