31 agosto 2007

Nação de Crianças = Pais Desnaturados

Felizmente este reality show não passou de um projecto, ou (como os seus produtores afirmaram), de uma chamada de atenção para um problema grave.
No entanto, há um novo reality show, a ser emitido nos EUA, pela cadeia CBS, que também toca os limites da ética. Chama-se Kid Nation, e desenrola-se numa cidade-fantasma no deserto, onde só entram crianças (e os adultos membros da produção) que têm a tarefa de criar uma sociedade.
A questão centra-se nos pais destas crianças, que assinam um contrato, onde permitem que os seus filhos tenham que obedecer a tudo que lhes é dito. Além disso, o contrato diz que, os pais assumem a responsabilidade por quaisquer danos ocorridos durante as gravações, desde ferimentos a acidentes devidos a más condições de alojamento, parca assistência médica, até à morte. Os pais e menores assumem, ainda, total responsabilidade por quaisquer doenças psicológicas ou físicas contraídas durante o programa, especificando mesmo que tal abrange "doenças sexualmente transmissíveis, HIV e gravidez".

7 comentários:

pedro lopes disse...

Pois é Rui, uma aberração.

As estações de TV já não sabem mais o que inventar para tentar captar público, nem que seja á custa de programas que atentam contra a dignidade dos próprios concorrentes, tal como este caso, e o outro, do "reality show" da Holanda (que mereceu aqui dois posts), que tinha como prémio, imagine-se, um rim (orgão humano) para o vencedor do concurso. Depois vieram dizer que não passava de um logro, que só pretyendiam, escandalizando, chamar a atenção para o problema da falta de órgãos para transplante. Não sei se acredito, mas antes assim!!

Este teu post, vem também na sequência do meu anterior.
Eu já tinha lido sobre este "reality show" que descreves, e recordo-me de pensar na altura, que estes pais deviam ser acusados de negligência, por negociarem os seus filhos através de um Contrato, que, ainda por cima (e aqui reside a negligência), permite que os seus filhos estejam entregues a eles próprios, sem supervisão de adultos, sem que ninguém (a não ser eles próprios, valha-nos isso) se responsabilize por aquilo que suceder ás crianças.

SE há pais que dão "carta branca" a quem entregam a guarda dos seus filhos, isso faz supor que não se preocuopam com o que lhes possa acontecer e, como tal, são pais negligentes. Neste caso, é agravado pelo facto de haver um contrato pelo meio, o negócio de um ser humano....!!!!!!!

Não será a estação de tv que promove o programa, que se vai preocupar com danos fisicos ou psicológicos nos intervenientes, no caso crianças. As TV´s visam a conquista de audiências, para, assim, conquistarem os milhões.
Quando mais poeira se levantar, quando mais problemas se virem, quanto mais "sangue" houver, mais audiências haverá, logo mais lucro.


Uma aberração.

Rui Gamboa disse...

Muito bem, meu caro. Subscrevo cada palavra.

Anónimo disse...

Já existem dois pais inscritos: Os McCann!!!

Pedro Lopes disse...

....agora, só se for com os gémeos....

Anónimo disse...

Ás vezes é importante não confundir os “anónimos”. Há anónimos que não conseguem, mesmo que tentem, gracejar com o infortúnio de outras pessoas. Relembro que a perda de um filho é, usualmente, designada de “O inominável”.

pedro lopes disse...

Caro "anónimo" das 20h40m, subscrevo, na integra, a sua última frase, pois também eu sou pai, e não consigo imaginar maior tormento e dor do que a perda de um filho.

E, claro que há assuntos que merecem ficar á margem do humor, mas essa avaliação difere de pessoas para pessoa. Daí que alguns, por vezes, se sintam de alguma forma ofendidos com esses tipo de humor mais "negro".

Cada cabeça, sua sentença.

Anónimo disse...

"Anónimo disse...
Ás vezes é importante não confundir os “anónimos”. Há anónimos que não conseguem, mesmo que tentem, gracejar com o infortúnio de outras pessoas. Relembro que a perda de um filho é, usualmente, designada de “O inominável”.

1 de Setembro de 2007 20:40 "

Ó anónimo...você foi enrrabado pelos Mccann e ainda os defende? Deixe estar que a Sua Santidade o Papa também foi enrrabado...